Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source

TERAPIA COMUNITÁRIA: Famílias co-dependentes químicos procuram ajuda da psicanálise

TERAPIA COMUNITÁRIA

8/07/2006

Famílias co-dependentes químicos procuram ajuda da psicanálise

A problemática das drogas está invadindo também os consultórios dos analistas, psicanalistas e psicólogos. Com uma freqüência cada vez maior, jovens e seus familiares são atendidos por estes profissionais ao buscarem apoio profissional para prevenir a dependência de drogas.

O assunto, segundo a psicanalista Taciana Mafra, está sendo abordado por diversos profissionais de instituições filantrópicas e religiosas, além de representantes da saúde e da segurança pública e das Organizações Não –Governamentais – ONG numa luta desenfreada para coibir o aumento do número de dependentes químicos.

"A dependência química é um sintoma social, político, econômico e estrutural. De maneira geral, a temática das drogas interfere na vida de todos os personagens que convivem com o usuário. Tanto que a experiência clínica mostra que são os pais ou responsáveis que encaminham os jovens aos consultórios. Muito raramente, os adolescentes procuram ajuda terapêutica por conta própria", advertiu a psicanalista.

Para Taciana Mafra, a maioria dos tratamentos que busca afastar o usuário das drogas não são eficazes por se basear apenas em garantir a desintoxicação e a abstinência. E não por fazer uma separação do paciente que é usuário daquele que é dependente.

"O usuário procura nas drogas a solução para algum problema temporário. Seja no ambiente familiar, pessoal, amoroso ou profissional. É uma busca pela felicidade emergente. O dependente, entretanto, vê nas drogas sua única razão de ser e de existir. Pensa, inclusive, que esta é a solução para o impasse de sua subjetividade, a solução para sua construção psíquica", compara a psicanalista.

De acordo com ela, o consumo das drogas começa a fazer parte das estatísticas ainda na adolescência, em especial a partir dos 12 anos de idade, devido aos conflitos existenciais pelos quais essa faixa etária costuma passar.

Esses e outros aspectos referentes ao consumo de drogas serão debatidos hoje à noite, 27/07 a partir das 20 horas, no Beagá Café, próximo à Praça do Skate, na Ponta Verde em Alagoas. Haverá uma palestra gratuita, onde as psicanalistas Taciana Mafra e Edna Porto falarão sobre 'A Questão das Drogas na Perspectiva da Psicanálise'. O assunto inclusive é o tema central do livro que ambas estão escrevendo. A obra relata a experiência das duas profissionais no atendimento a usuários e dependentes de drogas e está com lançamento previsto ainda para este ano.


Autor: Tribuna de Alagoas
Fonte: OBID